Como nasceu a Wild Alquimias

Publicado: 19/10/2018


Resolvi contar sobre como a WILD nasceu, mas é impossível falar da sua história sem trazer um pouco da minha.


carolina porcher criadora da wild alquimias


Vaidade e alergias

Desde criança sempre me preocupei com a beleza de tudo e de todos, era algo que me encantava e gostava de poder tornar algo mais belo. Gostava muito de brincar de salão de beleza com as amigas e às vezes rolavam até umas receitinhas naturais, transformando a brincadeira em um verdadeiro spa em casa.

Na adolescência, a brincadeira diminuiu, mas o uso de maquiagem foi aumentando. Junto com isso, comecei a ter alergia no rosto - ainda era leve, mas o suficiente para me deixar desconfortável com a minha imagem. No início da faculdade comecei a estagiar em um banco,  o uso diário de maquiagem era uma obrigação. Minha pele piorou bastante e usava muita pomada de corticoide para tratar, o que com o uso frequente parecia tornar minha pele ainda mais sensível.


Testando produtos

Eu testava diversos produtos, tanto para cuidar da pele quanto maquiagens, mas parecia que nada funcionava em mim. Chegou a um ponto que eu não conseguia usar nenhuma marca nacional, tudo me causava reações alérgicas. Então comecei a testar produtos importados, acabei me acertando com alguns dermocosméticos e comprava quase todas as maquiagens na M.A.C. Usar produtos mais caros não me livrou da alergia, mas ajudou bastante.


Entendendo melhor o mundo dos cosméticos

Mesmo usando produtos mais caros, às vezes ainda tinha tinha alguma reação e precisava entender melhor esses gatilhos. Comecei a procurar alguns produtos com ativos naturais (apenas alguns ingredientes, a maioria ainda era química pesada) e estudar os benefícios e malefícios das substâncias.

Isso acabou me rendendo um emprego na área de planejamento de uma agência aqui de Porto Alegre, precisava desenvolver uma marca própria de cosméticos para uma rede de farmácias. A cada projeto dessa marca eu ia aprendendo mais e mais, e ao estudar tendências de produtos fui descobrindo marcas incríveis nos EUA, Canadá e Europa.

Eram marcas de cosméticos naturais produzidos artesanalmente em pequenos lotes, como a Herbivore Botanicals, a Birchrose + Co e a Apoterra Skincare. Me encantei com a ideia e pensava muito que queria fazer algo assim, só não sabia como.

 

Desenvolvimento de cosméticos

Foi com o fim de um namoro e a necessidade de distrair a cabeça e o coração, que comecei a estudar como poderia fazer meus próprios cosméticos e de forma totalmente natural. O primeiro desafio foi desenvolver um bálsamo labial que recupera, hidrata e ainda protege os lábios - lábios ressecados era o problema que mais incomodava na minha aparência.

Foram vários testes até encontrar uma fórmula que me agradasse, e gostei tanto do resultado que até dei balms para que alguns amigos testassem e o feedback foi super positivo. O que me fez perceber uma oportunidade de negócio.

Fazer meus próprios cosméticos trouxe muitos benefícios para a minha pele. Às vezes ainda surge alguma alergia, normalmente em momentos de mais estresse, mas elas reduziram muito e hoje me sinto confortável na minha pele.


A coisa começa a ficar séria

A primeira versão do balm era feita com cera de abelha e achei que não seria legal comercializar um produto com ingredientes de origem animal. Não sou vegana e nem vegetariana, mesmo assim não me sentiria bem lançando dessa forma. Passei a pesquisar substitutos e encontrei na cera de candelila minha melhor aliada.

Com a fórmula finalizada precisava dar um nome para a marca, fazer a identidade visual e planejar o lançamento.


balsamos labiais naturais e veganos wild alquimias


Nasce a Wild

Em 9 de outubro de 2016 lancei a WILD. Escolhi esse nome porque sempre gostei do que a palavra "selvagem" significa para mim, algo ou alguém natural e livre.

Comecei a WILD sozinha, mesmo sem estar tudo perfeito, mas comecei. Ainda está longe de tudo ser perfeito, e acredito que nunca será, porque tenho o lema de estar em constante evolução, de nunca estagnar. Me orgulho muito desse passo que dei. Às vezes dúvidas aparecem e até me desanimo um pouco, mas busco sempre lembrar porque comecei, lembrar do meu propósito - e, assim, recupero a minha energia para seguir nesse sonho.

Poder desenvolver cosméticos para mim e outras pessoa é incrível, dá uma sensação de liberdade e de que estou impactando positivamente a vida de outras pessoas. Quero seguir despertando a beleza natural, empoderando pessoas através da autoestima, e incentivando um consumo mais consciente e estilo de vida mais conectado com a natureza.


Escrito por Carolina Porcher, criadora da Wild Alquimias.

Voltar